Deputada é impedida de assumir Comissão de Direitos Humanos do Ceará por ser evangélica

doutora4A deputada Dra. Silvana foi indicada pelo PMDB para assumir a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, mas por ser evangélica e contra o casamento de pessoas do mesmo sexo, sua indicação foi retirada pelo partido para impedir que a deputada se tornasse alvo de protestos semelhantes ao que aconteceu com o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) em 2013.